quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Muitos dias desde minha última postagem, hein?
Pois bem, existe um motivo, mas vamos por partes.

Logo depois do último post fui a Brasília consultar com o médico, fazer os exames e tudo mais.
Com isso resolvido, me restava esperar que o visto do Guilherme saísse.

Assim que ele chegou lá, foi atrás dos procedimentos pra tirar o visto, que incluíam fazer um monte de exames, mais ou menos como os que eu fiz.

Acontece que um dos exames mostrou uma enzima X, ligada ao fígado,um pouco acima do normal.
Já prevendo que a imigração ia encrencar, fez um outro exame pra descartar a hipótese de hepatite C (que seria uma das causas de tal elevação). Hipótese descartada, era esperar que os exames todos caíssem no sistema da imigração.

Por sistema a gente imagina algo rápido, né?
Mas não foi o caso...
A médica disse que tinha enviado os primeiros resultados pelo tal sistema dia 2 de setembro, mas até ali pelo dia 14 ainda não constava nada na imigração, e o Guilherme foi ficando irritado com isso, até que chegou um ponto que ele começou a falar em voltar pro Brasil.
Isso foi semana passada.

Uns poucos dias depois, após MUITA pressão sobre a imigração (pra acharem os exames no sistema), acharam e concederam o visto... só que foi um só de 3 meses, porque o resultado do 2º exame ainda não tinha chegado pra eles.
O problema é que com um visto de 3 meses eu não poderia pedir o visto que estou planejando (de trabalho). Mais pressão, mais telefonemas... até que ontem eles ligaram na central da imigração em Auckland e lá já constavam os 2 resultados, permitindo que o visto de 2 anos fosse concedido.

Acreditamos que amanhã (que lá já é hoje) saia o tão esperado visto, e então ele me envia os documentos que preciso pra que eu possa levar até a embaixada e aí sim, ter uma IDÉIA de quando vou pra lá.
Então é por isso que há muitos dias não dou notícias: rolou um super estresse e um mega desânimo tanto pelo lado do Guilherme quanto pelo meu nos últimos dias, mas agora tudo está se resolvendo.

Ah! E já tem uns 4 dias que a internet foi instalada no apartamento, então se o Guilherme até hoje não apareceu aqui pra dar notícias, é porque a preguiça anda DEMAIS (e não é falta de cobrança).
:D
E fotos novas o tenho umas poucas, que ele tirou do brinquedo novo e da comida que tava fazendo no domingo.
E pra quem já comeu, sabe que as comidas do marido são mto boas!
Olha só, que bonito:
Segundo ele, o brocolis tem mais gosto que o daqui.
A bancada, o fogão e os Kunzler no porta retrato!
E esse é o compressor que ele finalmente comprou pra pintar os modelinhos.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Se é pra mudar...

Essa eu não poderia deixar de compartilhar: Guilherme tirou a barba! Veja a prova:


Antes de embarcar pra NZ eu disse pra ele fazer a barba e ele não fez. Disse que faria quando chegasse lá.
Chegando lá, não encontrou adaptador que servisse na tomada do barbeador.
Resultado: ficou as 2 últimas semanas super barbudo...
E aí, ao invés de comprar outro barbeador, resolveu foi tirar tudo (coisa que ele já estava dizendo que ia fazer quando chegasse lá).
Ficou um charme, não?

Hoje, pra matar a minha saudade, ele mandou essa:


Chorkito já tá aprendendo a falar inglês e tudo mais... :D

E no último post eu disse que ele estava providenciando o aluguel do apartamento. Deu tudo certo e ele já tá morando lá desde terça passada, se não me engano.
O apto já tinha fogão e microondas e agora há pouco levaram a geladeira, lavadora e secadora de roupas. Estão sendo instaladas nesse momento.

Das coisas urgentes pra se morar, Guilherme já comprou todas e já tá cozinhando lá.
Segundo ele, o apto é uma gracinha, beeeem pequeno mas muito aconchegante, tem 2 quartos e até uma sacadinha. Olha as fotos que ele tirou:


Olhando pra esquerda...

... e à direita, o mar.
Quando vi essas fotos, logo estranhei a altura do apto! Perguntei pro Guilherme e ele disse que fica no 12º andar!
Lá na NZ a maioria das construções é mais baixa, acredito eu que devido à incidência diária de terremotos.
Inclusive esse fim de semana teve um em Christchurch (uma cidade que fica na ilha do sul), de 7,4 graus, e o marido disse que sentiu de lá.
Palavras dele, no e-mail: "Terremotoooooototo! Rolou um essa madrugada! Chacoalhou tudo aqui! Foi divertido! Ahaisahauai!"
Achei engraçado o fato de ele ter achado engraçado porque quando a gente conversava sobre isso, aqui em Goiânia, ele demonstrava ter um pouco de medo.
Mais tarde, conversando com ele, disse que tinha visto uma notícia falando da intensidade do terremoto e ele ficou chocado. Não sabia que tinha sido isso tudo.
Depois disso não sei se ele continuou achando tão engraçado...
hehehehe
Semana passada ele comprou uma câmera (mto boa e absurdamente barata, por sinal) e, no fim de semana, saiu com um colega do trabalho pra dar uma volta e tirar umas fotos pra estrear o brinquedo. Eis algumas delas:

Centro da cidade. Repare nas árvores ao fundo, acima dos prédios.
Graham e Georgia, os guias do passeio
Lá no fundo as montanhas com neve (olha com vontade que vc vê!)
Guilherme diz que é uma baleia. A gente acredita nele, né?
Guilherme chamou esse lugar de Praia dos pelados
Mais de perto dá pra ver os pelados. Ok, desse tamanho vc talvez não veja.
My precioussss... (na NZ não podia faltar!!)
Te Papa Museum (sem trocadilhos, por favor!!)
Tb no museu. Quando eu chegar lá, conto pra vcs o que é isso.
Aos que tentam falar com o Guilherme e não conseguem, uma boa notícia: essa semana vão instalar a internet no apartamento!
Curioso foi ele dizer que a internet lá é como no Brasil há uns 5 anos atrás: tem limite de acesso e a velocidade máxima é de 3 mega! Segundo ele, por ser um país muito pequeno, só 2 empresas disponibilizam esse serviço. Não havendo grande concorrência, é isso aí...
Nosso hábito de baixar filmes e seriados, pelo visto, vai por água abaixo.
:D

Quanto a mim, essa semana vou a Brasília quinta-feira começar os procedimentos pra tirar meu visto: marquei uma consulta médica e farei vários exames.
Não sei quanto tempo esses exames demoram pra ficar prontos, mas não acredito que esse assunto se resolva até sexta. De qualquer forma, das coisas que eu tenho que fazer daqui, essa é a mais demorada.
Feito isso, fico esperando sair o visto do Guilherme.
Meu visto vai ser baseado no dele, e um dos documentos que preciso apresentar na embaixada é um formulário preenchido pelo Guilherme, com a assinatura de um 'agente da lei' da NZ.
Acredito que isso vai levar um tempo.
Haja paciência...
Ocorreu um erro neste gadget